28 de maio de 2010

Because I want to know

someone: Fuck You, OK?
me: I can't do it alone. Came with me.

27 de maio de 2010

Cá, não há destes.


Aaron Johnson

26 de maio de 2010

Ela fez-nos chorar :c

Adeus

«Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mãos à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.

Meto as mãos nas algibeiras e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro;
era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.
Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes.
E eu acreditava.
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.

Mas isso era no tempo dos segredos,
era no tempo em que o teu corpo era um aquário,
era no tempo em que os meus olhos
eram realmente peixes verdes.
Hoje são apenas os meus olhos.
É pouco mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor,
já não se passa absolutamente nada.
E no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

Não temos já nada para dar.
Dentro de ti
não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

Adeus.»



Xaninha, adorei a tua apresentação xx Estava mesmo lindo, e marcou-me ^^
Andamos muito apaixonadas ...

19 de maio de 2010

Nunca antes isto acontecera


Não direi desde infância, mas sim desde algum tempo… Como tudo começou? Eu não sei… Apenas sei como tudo acabou. Será mesmo um ponto final? Achas que sim? Queres? Eu não… Para mim, a tua arrogância, é apenas mais uma vírgula neste percurso. Pensas de forma diferente? Pfffff, cada um é livre de pensar o que quiser, mas… a única coisa que eu sei, e que tenho certezas é de que tu és importante para mim e que não irá ser a tua arrogância, o teu mau perder, a minha teimosia ou até mesmo o meu mau humor que irão desfazer tudo aquilo que «nós» construímos, unidas. Há quem use muito esta expressão, e eu passo a escrevê-la:
«Não de sempre, mas para sempre.»
Sabes que mais, Lacerda? Eu nunca dei o braço a torcer por nenhuma amizade, nem por ninguém… Tu foste a única pessoa que me fez dar um passo atrás. E porquê?! Porque isto tudo é uma estupidez autêntica! É uma zanga sem nexo, sem qualquer sentido lógico.
Gostas-te? Hun?! Nãooo? :’O Então vai masé comer merda que o teu mal é fome, ahah. Love you, pequena* Beijinho (:

Noite

Uma das melhores viagens com a Filarmónica, senão mesmo a melhor. Noite de 8 para 9 de Maio de 2010, no Faial. Aquilo arrasou completamente com as nossas expectativas, foi mesmo brutal. Queremos mais noites destas, com directas, bebedeiras, gargalhadas, um pouco de tudo. Tanto na tasca como na discoteca, o pessoal do Pico foi para o Faial ARRASAR.

10 de maio de 2010

Pedro Abrunhosa - Fazer o que ainda não foi feito

Não, não estou em naquele desafio de músicas ou não sei quê... Apenas para actualizar, porque o Manzarra aparece ;)

7 de maio de 2010

?

Que procuras?
Tudo.




Que desejas?
Nada.

6 de maio de 2010

valerá a pena tanto esforço?


Espero sinceramente que tudo isto dure, eternamente.

O primeiro dia de muitos...




Finalmente *-*
Fui comer um daqueles gelados magnificos da barraquinha. Consolou!
A chuva não foi um impedimento para realizar o meu desejo :P
DANCONE, =DD

Parabéns, sweetheart *

Ana Margarida Bettencout Goulart, 6 de Maio de 1994.
Parabéns, Bébézinha <3

Just Happened


Olhar-te nos olhos, precisar da tua existência... Acabou apenas por acontecer.
Para sempre, meu bem *_*

5 de maio de 2010

Expressividade

Agora eu sei. Fizes-te com que eu olhasse o mundo de outra forma, és essencial.
És uma raridade na espécie humana, és como um bem do qual eu não posso prescindir.
És a minha essência de cada dia, és o meu ar, o meu mundo colorido, o meu sorriso, o meu paraíso.
A tua expressividade conquistou-me.

4 de maio de 2010

Nem eu,

Tinha um sonho, um desejo, um objectivo de vida, ... Tinha tantos planos para uma vida perfeita, mas, para quê tantos planos se não sabemos o dia de amanhã?
Desde o primeiro dia que tenho o meu destino traçado, está escrito na minha mão. E como sabem isso, sabes? Não!? Nem eu.

3 de maio de 2010

Só para a Xana

Óh Alexandra, achas que me importo se o Porto ganha ou não o Campeonato?! Levavam malha de porrada? Pois ainda bem x) blábláblá, de futebol eu percebo pouco... Sou do Porto tal e qual como tu és do Benfica, foi uma escolha. Se tivesse perdido, paciência... Mas já que ganhou, posso ficar feliz, não?! o.o"

2 de maio de 2010

PORTOOOOO ^^

Sim, o Benfica vai ser Campeão na mesma e daí?! Ao menos não fizeram a festa no Dragão, como queria. Três a Um, ahahahah *_____*
Um bem haja ao Falcão que não jogou XD
E viva ao PORTO :D <33

Porquê tanto "ódio"?

Sempre que passo por ti e estás com ela, ela olha-me cá com uns olhos... Como se me quisesse matar. Não sei que mal lhe possa ter feito, mas enfim! Nunca me meti na vossa relação, nem falo bem contigo... Se tens alguma coisa para me dizer, diz-me na cara!

HAPPY DAY, MOM :D


Hoje é o teu dia, Mãe.
És tu que estás sempre do meu lado, disposta a ajudar-me.
És tu em quem eu posso, realmente, confiar.
Sabes tudo da minha vida, sabes todos os passos que dou.
Nunca te escondo nada, és a melhor mãe.
Dás-me tudo o que podes, e eu não te peço mais.
Tudo o que me dás, seja bom ou menos bom, é com carinho, amor e dedicação.
Sei, que só não me dás mais porque não podes ou porque não tens.
Mas, isso não me interessa...
Tenho-te a ti e ao teu amor.
A ti sim, a ti eu AMO.
Contigo, eu abro-me duma maneira tão natural... És ESPECIAL!

Nem isso mereces;



Por ti, eu já chorei.
Por ti, eu já sorri
Por ti, eu fazia tudo.
Por ti, não irei chorar.
Por ti, não irei sorrir.
Por ti, não irei fazer nada.
Nem sequer mereces o meu desprezo, nem isso mereces...

1 de maio de 2010

Tarde ou cedo?!


Percebi que não há nada que nos une. Apesar de já ser tarde, apercebi-me a tempo. És passado, sweetheart*

como uma flor


Vales mais que uma flor, mas no entanto és tão leve como uma e és tão suave como tal. Adoro-te miúdo [: